Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 13 jan 2022

..

IPVA e IPTU: saiba as melhores formas de pagar os impostos no começo do ano

Entenda as formas de pagamento do IPVA e IPTU no começo do ano

Começo de ano é sempre daquele jeito: logo após as festividades, muitas contas - principalmente impostos - batem à porta em janeiro. Os mais famosos deles, por assim dizer, são o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e o IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor). Algumas dicas simples, porém, podem ajudar a organizar a vida financeira e o pagamento sem ficar no vermelho logo nos primeiros meses de 2022.

Para saber os valores do IPTU, é necessário consultar a Secretaria Municipal da Fazenda. Já o IPVA deve ser consultado na Secretaria da Fazenda do respectivo estado. Cada órgão indica as normas, incluindo diferentes taxas de desconto para pagamento à vista ou parcelamento diferenciado.

A grande dúvida que fica é: vale mais a pena pagar à vista ou parcelar é melhor? Para 2022, um ano que carrega tributos atrelados à alta da inflação de 2021, encerrado com IPCA a 10,42%, os custos subiram.

Pagar à vista, como diz o nome, tem uma vantagem inicial clara que é quitar a dívida já de uma vez, evitando comprometer o orçamento anual em um valor pequeno, mas que pode se transformar em uma "bola de neve" ao ser conciliado com outras dívidas adquiridas durante o ano. Além disso, no caso específico do IPTU e IPVA, como veremos a seguir, muitas prefeituras oferecem descontos interessantes para quem pagar de uma vez.

No caso do parcelado, é recomendado essa forma de pagamento quando não existe a condição do pagamento à vista ou, de acordo com cada perfil, se prefere optar por essa modalidade para realizar um investimento específico em outra área. No caso do pagamento parcelado, é importante ter a consciência de que esse débito será fixo ao longo de um determinado período e, por isso, irá comprometer o orçamento mensal por um período considerável de tempo. E, lembre de programar o débito em conta para não correr o risco de esquecer o pagamento em um mês.

Confira os prós e contras de cada forma de pagamento:

 

À vista

Em algumas regiões, existem descontos para quem efetua o pagamento em uma única parcela. Em São Paulo, o desconto para cota única do IPVA é de 9%. Em Minas Gerais, Paraná e Rio de Janeiro, pagamentos em cota única têm 3% de desconto no valor total. Por fim, em Santa Catarina o desconto à vista é de 2%.

Com o IPTU, a situação é semelhante, mas de acordo com  cidades como Belo Horizonte, por exemplo, o desconto é de até 10%. Já Curitiba e São Paulo têm 3% de desconto. Em Florianópolis, o desconto é de 20% para o pagamento à vista e, no Rio de Janeiro, é de 7%.

 

Parcelado

Algumas capitais, como Curitiba, terão possibilidade de parcelamento do IPVA em até 10 vezes, medida que foi definida após a pandemia da Covid-19. Já em boa parte das cidades do restante do Brasil, como São Paulo, continua definido o parcelamento máximo de até 5 vezes, de fevereiro a junho de 2022.

No caso do IPTU, é possível fazer o parcelamento em até 10 parcelas na maioria das capitais, como Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo. No Rio, aliás, quem tiver débitos de IPTU pendentes com a Prefeitura pode parcelá-los em até 84 vezes. Neste caso em específico, o prazo para adesão a esse tipo de parcelamento na capital carioca é até 31 de maio de 2022.

 

Para você, o que compensa mais: pagar à vista ou parcelado? Compartilhe suas dicas conosco!

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

MARIA NILCI - HBS

PREFIRO DEIXAR UMA PEQUENA RESERVA DURANTE O ANO TODO EM UMA CONTA CHAMADA FUNDO DE IMPREVISTOS FUTUROS (IPTU PAGO A VISTA) *POUPANÇA* QUANTO MAIS BENS, MAIOR O DEPOSITO. APROVEITE OS DESCONTOS E NÃO ACUMULA DIVIDAS.

Valeria Nunes - Notrelabs Angélica

Quem dispõe do dinheiro para o pagamento a vista é melhor , a porcentagem do desconto de 9% é ainda inferior ao porcentual que tivemos de aumento no IPVA.. Penso que arrastar essa dívida não é uma boa escolha.

Thiago - NotreLabs

Acredito que pagar a vista é sempre a melhor opção, como dica eu sempre tiro um resíduo do meu salário e faço uma reserva ao longo do ano , assim quando chega a época de IPTU e IPVA , eu tenho um acumulo para ajudar abater o peso da conta, mesmo que o acumulo não chegue no valor total, mas no final ajuda bastante. Segue a minha dica .