Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 07 jul 2020

..

Agentes de Comunicação 2020

Confira tudo o que aconteceu no evento de abertura do Programa

Você já parou para pensar nos desafios da comunicação na Era Digital? Mesmo tendo trabalhado com comunicação "desde os tempos de faculdade", Adriana Seixas Braga, diretora de Marketing e Call Center do GNDI, conta que continua aprendendo e se reinventando dia após dia por conta das tecnologias que surgem a cada instante: "Vivemos em um mundo digital. A forma como fazíamos comunicação lá atrás é bem diferente nos dias de hoje".

Mas, não são só as tecnologias que prometem revolucionar o Agentes de Comunicação deste ano: a pandemia e a necessidade de distanciamento social fizeram com que o GNDI reinventasse o Programa e há novos desafios aos agentes eleitos. Pela primeira vez na história, o evento de abertura aconteceu de forma virtual e vai funcionar de maneira diferente durante 2020. "Ainda não existia esse 'novo normal' quando nos candidatamos. Por isso, vamos precisar ressignificar o Agente da Comunicação sem perder a essência: nós somos GNDI e o nosso maior atributo é o acolhimento!", destaca Flavia Sacramento, coordenadora de RH.

E não é só ela que pensa assim: segundo Marcelo Tas, palestrante convidado e um dos principais comunicadores do Brasil, "quem trabalha hoje com comunicação, trabalha com toda comunicação que fez durante toda a sua vida profissional". Isto porque os meios digitais permitem interação, rapidez, compartilhamento e muitos outros fatores que podem facilitar ou dificultar a disseminação de notícias. "É preciso ter em mente que a comunicação não é o que estou falando agora: é o que cada um de vocês estão ouvindo. Não é o que eu falo, é o que você entende". Segundo Tas, para trabalhar nessa área, atualmente, é preciso ficar atento a três elementos essenciais: transparência, viés e colaboração.

Essa facilidade de compartilhamento pode criar armadilhas bem perigosas para uma comunicação segura: as Fake News. Por serem mensagens manipuladas, alteradas ou totalmente inventadas, podem ser prejudiciais para a sociedade como um todo por conta de um ponto de vista distorcido ou uma única opinião sobre o assunto. Um exemplo são as informações da pandemia, como conta Tas: "elas deveriam ser simples e científicas, mas vem sendo cada vez mais enviesadas e com interesses políticos".

Mas, há uma solução bem simples para evitar confusões na comunicação: ouvir vários pontos de vista. "É muito importante ter uma diversidade de vieses para transformar problemas em soluções. A coisa mais importante para transformar viés em colaboração é ouvir. É preciso fazer boas perguntas para entender o outro e chegar em um consenso", explica.

Qual o papel do Agente de Comunicação?

Segundo Aline Lima, analista da área de comunicação interna do GNDI, o papel do Agente de Comunicação é ajudar no engajamento de colaboradores nas causas do Grupo, sugerir conteúdos, criar parcerias locais a fim de conseguir descontos para colaboradores e sugerir melhorias na comunicação da sua Unidade.

O Programa Agentes de Comunicação vem crescendo cada vez mais desde 2017, quando eram apenas 50 colaboradores no time. Este ano, mesmo com os desafios proporcionados pelo distanciamento social, serão quase 200 colaboradores na ponte que aproxima as Unidades e a gestão corporativa do Grupo. E tem novidade no ar: o GNDI criou uma página na Intranet GNDI para os participantes se informarem e tirarem dúvidas com conteúdo exclusivo.

O evento de premiação acontecerá em dezembro em mais uma transmissão online e os prêmios vão de R$10.000,00 para o mais bem colocado a R$ 600,00 para o 8º lugar. Além disso, os gestores responsáveis pelos três primeiros colocados também receberão prêmios. Mas, o propósito de ser Agente de Comunicação deve ser muito maior do que a recompensa: "Precisamos destacar, ainda mais, a importância do acolhimento, trazer as pessoas para perto e  mostrar o quanto a comunicação é importante para nós", comenta Eliana Maria Vieira, diretora de RH do Grupo NotreDame Intermédica.


"Essa é uma oportunidade ímpar que vocês estão tendo de serem atuantes nas Unidades de vocês, de nos aproximarmos, nos integramos e de fazermos a diferença em um Grupo que tem crescido cada dia mais, tem ganhado bastante estatura e que é feito por nós, por vocês, pelos colaboradores", diz Bruna Oliveira, gerente de Comunicação do GNDI, dando a largada para o início do novo ciclo dos Agentes de Comunicação.

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

Gisleine Regina Garcia - Hospital Samaritano Sorocaba

Evolução e motivação.

Antonio Junior - Hospital Intermédica ABC

O evento de abertura mostra a grandiosidade do programa, nos ambientando para o formato do novo normal, acabando um pouco com a minha ansiedade e me deixando animado para agir na minha unidade. Um ponto importante que o Marcelo Tas nos traz é que comunicação mais do que falar é ouvir e ouvir com qualidade faz toda a diferença no processo. #Bora #JuntosSomosMaisUm

Luciene Moura dos Santos - PS DE BARUERI

Bom dia, pra mim foi Simplesmente perfeito. Vai me dar mais conhecimento e aprendizado ao longo de minha Permanência no grupo Notre Dame intermédica.

Cíntia Farto Bozzo - Hospitais NotreLabs - Região Oeste

Acredito que uma boa comunicação é fundamental para uma equipe coesa e integrada. Sinto sempre este "bug" onde a informação - que deveria ser disseminada a todas as áreas envolvidas em determinados assuntos - não chega a todos que deveriam e os processos passam a ser mais morosos. Isso - nos dias de hoje - além de imperdoável, é perda de receita, o que não pode ocorrer em nenhuma empresa que precisa se manter saudável financeiramente.

Jaqueline Barbosa - Hospital Paulo Sacramento Jundiai

Bom dia.Gostei muito da palestra do Marcelo Tas, aprendi muito com as 03 minhocas e ele explicando como se portar diante de tantas Fakes New.Agregou muito na minha vida.

JOSE CLEBER DO NASCIMENTO COSTA - Filial Rio de Janeiro

O Programa Agentes de Comunicação tem um papel relevante no clima organizacional da nossa empresa. Pude constatar isso como Diretor de Operações do RJ em 2019 e fiquei ainda mais satisfeito quando vi o crescimento 2020, principalmente pelas novas aquisições, como a Green Line, que proporcionou que tenhamos novos e interessantes participantes. Desejo sucesso aos organizadores, que sempre motivam a todos, mas sobretudo muitas iniciativas e alegrias aos agentes de comunicação das nossas várias unidades, que com certeza levarão muitas novidades aos colaboradores GNDI.

Jose Carlos Moraes Galacho - Sede

O evento dos Agentes de Comunicação de 2020, foi muito bem preparado, tudo foi pensado com muita empatia e profissionalismo. Desde a abertura com a Bruna, a Eliana, a Adriana, o Nelson, o show de comunicação do Marcelo Tas e o encerramento com a Aline e a Flavia. Parabéns a todos trabalharam para que realizar esse evento "novo normal".Foi um sucesso.