Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 20 ago 2020

..

Sonhos adiados

Colaboradoras contam como estão lidando com os planos engavetados por conta da pandemia

Depois de um ano planejando a viagem dos sonhos, finalmente, Elen Ribeiro Lopes, recepcionista do Centro Clínico Madureira, ia para Punta Cana (República Dominicana), em maio. Mas, o novo Coronavírus atrapalhou os planos da colaboradora."Com uma doença como a Covid-19 chegando ao nosso País, toda e qualquer norma de segurança é bem-vinda. A saúde vem sempre em primeiro lugar", conta.

O vírus se alastrou por todo o globo terrestre e nos fez mudar de perspectiva sobre quase tudo. É inegável que 2020 vai ficar sempre marcado pelo ano em que tivemos que escolher entre adiar os nossos sonhos e mudar a estratégia para alcançá-los - nem sempre isso é possível.

Antes da pandemia que brecou o mundo, Elen estava feliz com a oportunidade de viajar pela primeira vez para fora do País. "Descobrir que esse sonho teria que ser adiado foi bem triste para mim, mas Deus sabe de todas as coisas". Mesmo com a decepção de colocar todos os sonhos de volta na gaveta, a colaboradora é otimista: "A viagem não foi cancelada e sim adiada e já estou fazendo planos para as próximas férias. Acredito que até lá tudo já vai estar normalizado".

Mas, ela não foi a única que sofreu com isso. Foi também por causa da pandemia do novo Coronavírus que a telefonista do setor de hotelaria da Unidade de Guarulhos, Stefany Andrade Silva, precisou adiar o casamento, seu sonho desde menina: "Sempre quis me ver como princesa e ter um príncipe na minha vida. Quando ouvimos falar da pandemia,  fiquei com muito medo pois não queria que nada fosse diferente do que imaginei".

O casamento estava marcado para o dia 24 de outubro - mesma data do noivado. Se o mundo não tivesse virado de cabeça para baixo, seria uma festa com cerimônia, piscina, dança e buffet para 200 pessoas. "Era o casamento dos sonhos. Tudo que eu podia imaginar, eu escolhia e dava um jeito de encaixar na minha festa".

Mas, para evitar colocar a vida de todos em risco, os noivos precisaram fazer alguns ajustes em vez de adiar. "Depois de muito refletir, decidimos não deixar isso para trás, pois era um sonho que almejamos muito e por muito tempo. Então, resolvemos mudar os planos, mas tiramos tanta coisa que só restou uma opção: sem festa, sem cerimônia, sem sítio. Só nós e o casamento no cartório com a data desejada".

Embora seu conto de fadas não tenha sido escrito exatamente da forma como planejou, Stefany não está decepcionada: "Sei que tudo foi mudado por um motivo, e essa mudança me fez ver que a vida é mais que luxo e vestido. Estamos vivendo agora uma prova de amor e temos que colocar isso em prática todos os dias e não apenas no dia 24 de outubro".

E você, precisou adiar algum plano este ano?

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

Marta Julia Alves - Liberdade - Home Office

Tentando administrar a frustação de não ter começado minha Pós que já está paga.Ela tem que ser presencial (e sobre Terapias Alternativas e Dor) e começaria em 28/03, foi adiada para 23/09 e agora prevista para inicio em 28/10/20.Espero que agora dê tudo certo.

Alexsandra Mendes de Sousa - CM São Gabriel

Junho foi um mês muito esperado, planejado, 06 de junho de 2020 minha filha debutou! Uma data com tantos sonhos e planos, cada detalhe planejado por anos, e de repente nos deparamos com essa pandemia. Em março adiamos para outubro , a proprietária do local da festa, não teve uma aceitação Boa, mesmo sendo noticiado em vários telejornais. Em junho remarquei para janeiro.Decidimos que fazermos em janeiro , com uma lista intimista, com todos os protocolos de segurança , mas faremos sim.Uma data importante merece sim ser comemorada , é o sonho da minha filha ,Ele foi adiado , mas não cancelado, será realizado.

Angelica - Cemac Belém

Precisei adiar sim, eu iria pela 6 vez ao México, o meu segundo lar, aonde me sinto em casa e á vontade, além do mais, porque falo espanhol há 20 anos, minhas férias serãona época da Festa do Dias dos Mortos, o meu sonho, sempre viajei para o México, em outras épocas, seria o meu presente de aniversário antecipado, faço aniversário em dezembro,quando descobri que a pandemia está terrível e o país, quase nos alcança em número de infectados e mortos, desisti, da viagem, a final de contas, nem para o exterior, irei nesse ano, farei uma viagem pelo Brasil mesmo, em um lugar, que sonho conhecer, há males que vem para o bem, economizarei, para um futuro próximo, voltar a nação que sempre, me recebe de braçosabertos e da qual amo e estimo muito.

Acileide Luiza - NotreLabs Tatuapé

Este ano não mas já houve momentos que precisei sim. Mas quando isto acontece avalio o pós e contra de toda a situação e me reorganizo para recomeçar.

Gracielia dos santos Silva - Hospital Family

Sim,tinha vários planos de viagens e de reuniões com amigos que acabaram sendo tudo adiado para o próximo ano.

Michele Lira do Nascimento Batista - HOSPITAL NOTRECARE

Tivemos que cancelar a tão sonhada comemoração de 15 anos da minha unica filha, sinto tristeza por ser algo que sei que ela sonhava muito e por ser uma data unica que não poderei comemorar em outro momento. Resta agora aceitar e agradecer pela saúde de todos em casa, que isso é o mais importante no momento.

MARINA SANTOS - CALL CENTER BELÉM

TIVE QUE ADIAR MINHA VIAGEM PARA FORA DO PAÍS, TENHO UMA TIA QUE MORA NA IRLANDA, ELA ME CONVIDOU PARA PASSAR ALGUNS DIAS COM ELA, ESTAVA TUDO CERTO, MAS INFELIZMENTE VEIO A PANDEMIA. ESPERO QUE PASSE LOGO QUE TODOS POSSAM VOLTAR A SUA ROTINA E REALIZAR SEUS SONHOS. ¿

IZAIAS JUNIOR - HOSPITAL GUARULHOS

Nem sempre as coisas saem como o planejado, mas não devemos deixar de sonhar. Pois só quem sonha consegue alcançar.

Fernanda - Santo André 1

Tive que adiar o primeiro ano de creche dos pequenos,eles até iniciaram mas no meio da adaptação entramos em isolamento.Por sorte tenho minha mãe e o mais importante é que ambos estão seguros nesse momento incerto.