Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 24 set 2021

..

Texto do Colaborador: Setembro Amarelo

Você sabe como surgiu a campanha do Setembro Amarelo?

O "Setembro Amarelo" surgiu a partir de uma iniciativa que ocorreu nos E.U.A em 1994, quando um jovem de 17 anos (Mike Emme) cometeu suicídio. Ele era conhecido como "Mustang Mike", muito habilidoso, o jovem restaurou um Mustang 68 e o pintou de amarelo. No dia de seu velório, amigos e familiares confeccionaram uma cesta com diversos cartões e fitas amarelas com a mensagem "Se você precisar, peça ajuda." Esse movimento ganhou uma grande repercussão e foi motivação para que muitos jovens procurassem alguém para pedir ajuda. Com isso, a fita amarela foi escolhida como símbolo para a campanha de prevenção ao suicídio.

Em 2003, a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou o dia 10 de setembro como Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, e o amarelo do Mustang de Mike é a cor escolhida para representar essa campanha.

Em 2015, foi criada no Brasil a campanha do Setembro Amarelo em conjunto pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) com o objetivo de conscientizar a população sobre a prevenção do suicídio e dar visibilidade à causa e a importância da discussão sobre o assunto.

 Como saber se alguém precisa de ajuda e como ajudar?

As pessoas podem demonstrar a ideação suicida com alguns sinais, como por exemplo:" eu gostaria de estar morto", "eu não consigo continuar", "estou cansado da vida" entre outras frases que tenham sentido de interromper a vida. Em princípio, a melhor forma de ajudar é oferecer escuta e apoio emocional a pessoa diante daquela situação. Em um segundo momento, encaminhar para uma ajuda profissional de psicólogos e psiquiatras.

Mitos sobre o suicídio

Ao longo dos anos, foram criadas algumas falácias sobre o assunto, dentre elas alguns mitos que podem prejudicar o acolhimento do indivíduo com ideação suicida. Alguns deles são:

"Quem quer tirar a própria vida não fica falando por aí."

"Falar sobre suicídio pode incentivar a prática."

"Indivíduos suicidas querem de fato morrer ou tirar a própria vida."

"Só fala de suicídio para chamar a atenção."

Verdades sobre o suicídio

Muitas vezes, os indivíduos fazem certos tipos de planejamento para cometer o ato e demonstram isso através de pequenos comportamentos (sinais). É preciso estar atento a todos esses sinais e nunca interpretar somente como um "chamar atenção".

Qual a importância do acompanhamento psicológico?

A intervenção do profissional de saúde mental é extremamente importante, levando em consideração as técnicas que o profissional possui para lidar com esse tipo de demanda, com o intuito de diminuir os riscos e fazer progressos para a retomada dos objetivos de vida do indivíduo. No entanto, é necessário sempre lembrar que esse tipo de acompanhamento deve ser feito pela equipe multidisciplinar, incluindo a família e pessoas próximas no cuidado.

Onde devemos buscar ajuda?

Todos os programas de medicina preventiva da NotreDame Intermédica contam com uma equipe de psicólogos disponíveis para o acolhimento! Lembrando que qualquer informação repassada a um profissional da equipe é respaldada pelo sigilo.

- 3660-1080 (PGS-Programa Gestação Segura)
- 3660-1020 (PAP- Programa de Apoio ao Paciente)
- 3660-1070 (PAI- Programa de Apoio ao Idoso)
- 188 (CVV - Centro de Valorização da Vida)

Conte conosco quando precisar!

Adriana Beserra do Nascimento

Psicóloga

-----------------------------------------------------------

Referências:

BRASIL. Ministério da Saúde . Prevenção do suicídio: manual dirigido a profissionais das equipes de saúde mental. Brasília: [s.n.], 2006. 

CARVALHO, Diogo Tulio Wernik de. Setembro amarelo: mês da prevenção do suicídio. mês da prevenção do suicídio. 2019. Disponível em: https://www.tjdft.jus.br/informacoes/programas-projetos-e-acoes/pro-vida/dicas-de-saude/pilulas-de-saude/setembro-amarelo-mes-da-prevencao-do-suicidio

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

JOSE ROBSON - UNIDADE -HS MOOCA.

ESSE TEXTO, DEMOSNTRA AS PESSOAS,A IMPORTANCIA ,DA CONSCIENTIZAÇÃO,PREVENÇAÕ,DO SETEMBRO AMARELO,QUE NUNCA DEVEMOS ESQUECER,INDEPENDENTE DO MÉS ,DIA OU ANO,SEMPRE TEREMOS QUE RELEMBRAR DA IMPORTANCIA DESSA CAUSA,TODOS OS DIAS,NÃO SÓ EM UMA DATA ESPECÍFICA.

Vanessa Marquezine - Mooca Salvalus

Toda vida importa!! sua vida importa !! diga não ao suicídio!!

Nilza Santos Cesario Alves - CC Diadema

Bom dia esse assunto é importante bom abordar sempre.

Selma - CC ITAQUERA

Excelente texto Adriana! Concordo que a campanha é de extrema importância para conscientização de todos! Parabéns!Também credito que, a ideação suicida varia muito de pessoa para pessoa, envolve problemas de autoestima, autoconfiança. traumas emocionais profundos, sensação de desamparo, abandono, solidão, violência, abuso sexual, entre outros. Fique atento, não menospreze os sinais, por menor que seja, as pessoas demonstram quando não estão bem, o pedido de ajuda pode está nas entrelinhas, pois o suicídio não acontece de uma hora para outra, é na verdade o final trágico de um processo longo de dor e sofrimento.

Anne Oliveira - Qualivida Higienópolis

Excelente conteúdo e tema abordado de forma clara e objetiva.Parabéns Adriana

Célia Cristina Colona Rodrigues - Qualivida Higienópolis

Excelente texto! É de extrema importância falar sobre o assunto!

Gabriela Gracia - Qualivida Higienópolis

Excelente conteúdo, agregando muito conhecimento, principalmente para esse tema tão importante. Parabéns Adriana.

Evelyn Oliveira - Qualivida Higienópolis

Essa história é muito marcante. Precisamos sempre buscar conhecimento para poder ajudar quem precisa.Parabéns pela publicação Adriana!!!

Marilia Vasconcelos - GH Angélica

Ótimo texto! Muito importante essa conscientização!

Larissa Santana Araujo da Costa - Qualivida Higienópolis

Parabéns Adriana, texto super rico e sucinto.Muito bom.

Iara - C.C.Rebolças

Essa campanha é de extrema importância pois leva a todos a uma reflexão de como é importante buscar ajuda em pessoas e lugares certos, isso aponta para todos que não estamos sozinhos em nossas dores e sofrimentos, infelizmente muitos tratam a dor do próximo como uma frescura, ou dizem que a pessoas está chorando de barriga cheia, e com todas essas frases e pensamentos muitos estão solitários em suas lutas, e acabam tomando decisões terríveis contra suas próprias vidas ´para dar fim ao seu sofrimento, e com isso é muito triste pois vemos pessoas preciosas, partindo .... que essa campanha e acolhimento se espalhe pelo mundo trazendo mais humanização, acolhimento e paz aos corações!

solange alves dos santos - Hospital Modelo

Estou em tratamento para depressão, passei por péssimos dias e só eu sei como a presença de familiares e amigos próximos ajuda no tratamento.

Bruna Kiloá Vicente Mathias - Sede, 867

É de extrema importância pedir ajuda, é de extrema importância ser uma escuta ativa.#NINGUÉMSOLTAAMÃODENINGUÉM