Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 08 out 2021

..

Brincadeiras que marcaram a infância

Colaboradoras do GNDI compartilham suas histórias e brincadeiras preferidas de quando eram crianças

O Dia das Crianças é uma data comemorativa nacional criada em 1924 para celebrar os direitos das crianças e dos adolescentes e conscientizar a todos sobre os cuidados necessários nesta fase da vida. A comemoração de 12 de outubro é bastante tradicional por aqui, principalmente porque os pequenos costumam ganhar presentes e participar de atividades especiais.

Para quem já cresceu, fica aquela memória afetiva dos brinquedos, das brincadeiras e das aventuras da infância. Esse é um sentimento compartilhado por Andreia Padilha, analista da qualidade do call center da Filial Sul (Curitiba), que cresceu na cidade de Almirante Tamandaré (PR) e deixava a criatividade rolar solta. "Eu brincava de super-herói. Colocava uma capa de travesseiro nas costas, uma bota e fazia de conta que era She-Ra, Jaspion, Power Ranger. Também pegava os tijolos que meu pai estava usando para construir a casa e montava uma casinha para mim", recorda-se.

Na escola, Andreia gostava de reunir os amigos para pular elástico, jogar amarelinha e brincar de caçador. Ela comenta que sua mãe não podia comprar brinquedos, por isso usava a imaginação: "Minha mãe plantava milho e quando os cabelos dos milhos cresciam, eu os penteava, fazia tranças e rabo de cavalo", diverte-se.

Andreia ainda guarda um brinquedo muito especial, mas que ganhou somente depois de adulta: "Quando eu era menor, virou "febre" uma boneca chamada Meu Bebê. Como minha mãe não pode comprar antes, no meu aniversário de 22 anos ela me deu uma e eu tenho até hoje", conta.

A infância de Rosineia da Silva Brito Furtuozo, assistente administrativo da Regional de Americana - Sede Administrativa São Lucas Saúde, foi em Condeúba (BA). "Não tínhamos brinquedos por conta da situação em que vivíamos. Nossos pais iam para roça e nos levavam. Lá, pegávamos as espigas de milho para brincar de boneca, se tivesse um pano velho virava o vestido, senão deixávamos somente a palha", relembra.

Outra brincadeira preferida de Rosineia era fazer comidinha no meio da roça que os pais trabalhavam. "Eu e minha amiga levávamos arroz, feijão e carne de verdade. As panelas eram feitas de latas de óleo cortadas ao meio e nossos pais faziam um fogão de tijolos e acendiam o fogo com gravetos. Nós cozinhávamos de verdade. Hoje vejo o perigo dessa brincadeira, mas era nossa felicidade", comenta.

Assim como Andreia, Rosineia também gostava das bonequinhas feitas de espiga de milho - mas, ela conta que os brinquedos eram substituídos frequentemente porque não duravam muito e o cabelo caía. "Uma curiosidade é que eu conheci a famosa boneca Barbie aos 19 anos de idade. Eu já estava morando em Americana e, quando eu tive minha filha, ela ganhou de uma amiga", revela.

Diante de histórias tão bonitas, fica uma reflexão feita por Rosineia: "Hoje em dia é rotina pensarmos que precisamos de muito para fazer as nossas crianças felizes, mas esquecemos que os melhores momentos são feitos com simplicidade".

Qual era a sua brincadeira preferida na infância? Conta aqui nos comentários. 

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

LILIANE S. BATISTA DA SILVA - NOTRE DAME INTERMEDICA

A brincadeira que marcou minha infancia foi jogar taco na rua com os amigos e passa anel ....

Naiana Maria Oliveira vieira - Hospital salvalus

A brincadeira que marcou minha infância foi ,amarelinha, esconde -esconde, passa anel, queimada, cabo de guerra, cobra-cega, batata quente e brincar com minhas bonecas da Barbie.Meu brinquedo favorito era minhas bonecas da Barbie.

Vanessa - C.C Rebouças 1

Quando eu era criança não tínhamos muitos brinquedos, somos em 3 irmãos, 2 meninas e 1 menino que é o caçula, então brincávamos muito de carrinho de roleman, lutinha e era muito bom, saíamos sempre com um machucado diferente de cada brincadeira. Tempo bom que não volta mais, se as crianças soubessem o quanto é bom esta época, não queriam crescer mais rápido.

Maria da Guia da silva frereira - Hospital e Maternidade, Notre Care, São B. do Campo

Bom dia, quando criança, gostava muito de brincar de casinha de bonecas, bambolê, pular cordas, brincar na chuva, nossa que época maravilhosa...

Ana Paula Martos F Odebrecht - Hospital do coração Bela Suíça Londrina

Adorava pular corda e jogar bolinha de gude com os meninos.

nivea gomes costa melo - campinas

adorava brincar de pular elastico e estrela nova cela

Juliana - BARRA FUNDA

Boa Tarde , quando criança achava legal o fato de nas férias ou até mesmo numa sexta feira a noite , nossa mãe deixava eu e meu irmãos brincarmos na Rua com amigos , era esconde- esconde, queimada , cirandinha, pipa de sacola com linha de costurar , queimada , vôlei, bolinha de gude uma infinidade de brincadeiras muito divertidas.

Viviane Borrego - Sede

Minha infância foi muito boa brincávamos muito de esconde esconde, queimada, eu amava era muito bom.Eu tinha uma corda grande e sempre amarrava no portão do prédio p pular kkk.....eita época boa.

Charles magno - Hospital intermedica São Gonçalo

Época de criança, maravilhosa, lembro que brincava de chicotinho queimado, pique se esconde, pique gelo, até batatinha frita 1,2, 3 rsrs, jogar bola, soltar pipa, carrinhos de bilha, piao, io io, muitas brincadeiras, lista grande.

DANIELE DA SILVA VIEIRA - 33

QUANDO ERA CRIANÇA ADORAVA BRINCAR DE PULAR ELASTICO,E PULAR TABUA ,ONDE EU MORAVA E MORO ATE HOJE NÓS SE JJUNTAVAMOS NA RUA PARA BRINACAR ATE TARDE MINHA VÓ TINHA QUE ME CHAMAR PARA ENTRAR PARA CASA MAS NA QUELE TEMPO NAO ERA TAO PERIGOSO COMO E HOJE, ESSAS BRINCADEIRAS FORAM AS QUE MARCARAM MINHA INFÂNCIA....SAUDADES

Nair Gomes de Souza - Sul Banco - Curitiba

Na escola brincava de caçador, bets, amarelinha , polícia ladrão, vôlei, futebol, pular elástico. Nos fins de semana brincávamos em casa com os irmãos e primos de xadrez, damas, trilha, dominó, pife e truco.Era bom demais!!!

José Antonio de Sousa Filho - Sede Paulista

Minha infância foi muito boa, era das bolinhas de gude, pião, tazos, pega-pega, carrinho de rolimã e muito mais.

Maria Luisa de Souza - Sede Paulista 867

Quando criança, havia as bisnasgas (em alguns lugares seringas) de carnaval, que colocava-se água e espirrava uns nos outros. Era uma festa. Mesmo as pessoas desconhecidas, quando molhadas, riam pois acabavam participando das brincadeiras. Haviam diversos tamanhos e cores e um verdadeiro campeonato para ver quem mais conseguia molhar seu amigo.As brincadeiras nas festas juninas também foram marcantes, a pescaria, a boca do palhaço, argolas....que saudades

ANGELITA APARECIDA COUTINHO - Clinica Nova Vida Cotia

Minha infância foi brincar muito de pega - pega, esconde esconde, nunca ganhei um brinquedo no Dia das crianças e meu maior sonho era ter um boneco do fofão, Minha Avó não tinha condições, mas eu amava brincar na rua, era minha maior felicidade.

JAQUELINE CHRISTINE MEIRELES - SITE BARRA FUNDA

Eu morava um pouco longe de onde meus primos que sou mais apegada moravam (que no caso hoje em dia a distancia não existe mais).Quando eu ia pra casa da minha madrinha (ela tem 4 filhos), eles tinham uma triliche, onde meu primo mais velho pegava a tampa de um cesto de roupa para fazer o volante, uma escova de cabelo para fazer de marcha e todos nos 6 sentávamos na parte do meio e fazia lá de ônibus, aconteciam as melhores viagens da minha vida. Costumávamos picar papeis para fazer de dinheiro. Era simples, mas foi a coisa mais marcante. Hoje nosso motorista, meu primo mais velho, não se encontra mais conosco.... mas ele ajudou eu a ter a melhor infância com a criatividade que ele tinha!

luana santos cru de assis - centro clinico guarulhos 1

a Brincadeira que marco minha infancia era as gincanas que meu pai fazia com todas criancas na rua e fazia corrida de saco, andar com ovo na colher puxar corda etc, esses tipo de gincana mas logico eu e minhas irmar por se menores sempre perdiamos mas ele sempre nos dava premios que era doce e sempre muito disputados

Athayna Silva dos Santos - Curitiba PR

Queimada

Sara maria kiister - 30

Quando criança adorava brincar de esconde esconde, pular corda e pega pega.

Aldenora Maria de Carvalho - Rebouças SP

Minha brincadeira preferida era brincar de casinha, morava em um sítio no interior do Ceará, e lá podia fazer nossas casinhas de cipó, construía até fogão a lenha e tudo mais, foi uma infância muito boa.

SELMA - CC ITAQUERA

Minha infância foi marcada por várias brincadeiras, dentre elas, pula corda, passa anel, também tive a boneca de espiga de milho, amigas imaginárias e falava sozinha rsrs.

Sandra Matias dos Santos Bezerra - PENHA LABORATÓRIO

Eu amava brincar de esconde esconde. Andar de bicicleta, e gostava também de brincar de roda roda.

Fernanda Paula Ruela - Hospital Nova Vida Itapevi

As minhas brincadeira preferida era esconde-esconde e queimada

SONIA MARIA MARTINS DA SILVA - REGIONAL JUNDIAI

GOSTAVA DE BRINCAR DE BONECA . TINHA UMA BONECA DE PANO QUE MINHA TIA FEZ PARA MIM. MEU PAI NAO TINHA CONDIÇÃO DE COMPRAR UMA. EU GOSTAVA MUITO DELA. COM PASSAR DO TEMPO GANHEI UMA LINDA DA EMPRESA QUE MEU PAI TRABALHAVA JUSTAMENTE NO DIA DAS CRIANÇAS ONDE A EMPRESA DAVA UMA FESTA.

Fabiana Cingano Perez - Barra Funda

Amava brincar de Barbie

IZAIAS JUNIO DE ALCANTARA PEREIRA - HOSPITAL E MATERNIDADE DE GUARULHOS

Bate uma saudade né?Era legal bater figurinhas, soltar pipa, rodar pião e jogar bolinha de gude.Bons tempos que vou guardar para sempre.

SARA REGINA P. DE SOUSA - PS ABC

OH SAUDADE DA MINHA INFÂNCIA!!! NÃO HAVIA CELULAR, COMPUTADOR, NÃO HAVIA TANTOS MALES DA MENTE.... ADORAVA BRINCAR DE JOGAR TACO, BANDEIRINHA, PULAR AMARELINHA, CORDA... INFELIZMENTE MUITAS CRIANÇAS E JOVENS NÃO TIVERAM ESSA OPORTUNIDADE DE CONHECER E SE DIVERTIR. TRISTE REALIDADE.

Roberta Mohring Dell'Homo - Hospital modelo Sorocaba-sp

Minha infância foi baseada em brincadeiras de rua, esperava ansiosa o fim de semana para reunir os vizinhos para brincar, "rouba bandeira" era uma das preferidas, lembro que os menores eram os "café com leite" kkkk, aproveitei demais <3

Isabel Aparecida Loschi - Jundiai

Esta é uma data que nos faz lembrar como éramos felizes e não sabíamos.