Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 07 dez 2021

..

Censo de Diversidade e Inclusão contribuirá para ações do GNDI em 2022

Todos os colaboradores podem responder o formulário, que é confidencial, até o dia 17 de dezembro

O GNDI quer conhecer melhor seus colaboradores e por isso criou o 1º Censo de Diversidade e Inclusão. Através das respostas coletadas, a companhia conseguirá obter informações importantes para desenvolver campanhas, projetos e práticas que beneficiem a todos.

Os resultados desta pesquisa permitirão saber, por exemplo, a quantidade de pessoas que fazem parte dos grupos de minorias, se já sofreram assédio, o gênero que se identificam etc. Esses dados servirão de base para os projetos do Programa de Diversidade em 2022, além de ser uma ferramenta significativa para todos falarem sobre suas escolhas. "O processo de participação é confidencial, não há necessidade de se identificar", destaca Marlene Gasparelo Olczyk Jesus, gerente de desenvolvimento organizacional do GNDI.

Para Marlene, esse é um marco importante para o ambiente organizacional da empresa, pela inclusão das minorias e pelo respeito aos colaboradores. "É através do censo que todos podem expor suas reais escolhas de vida e proporcionar cada vez mais um ambiente livre de assédio", ressalta.

Os dados consolidados serão divulgados na intranet e posteriormente utilizados pelo Comitê de Diversidade e Inclusão e pelo Grupo de Trabalho para realizar estudos de viabilidade de projetos com foco nos grupos de afinidade Mulher e Equidade de Gênero, LGBTQIA+, PCD, Étnico-Racial e Encontro de Gerações.

O censo será aplicado anualmente e todos os colaboradores podem participar até o dia 17 de dezembro, inclusive os médicos. O preenchimento é muito simples, intuitivo e rápido. Para acessar, clique aqui e colabore com as iniciativas de diversidade do GNDI.

 

Você já respondeu o Censo de Diversidade e Inclusão? Qual a sua opinião sobre essa iniciativa? 

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

Joyci Melo - Guarulhos

ola boa tarde, fui contratada como pcd, tenho olho direito cego, e ate agora todos me tratam com devido respeito e inclusão, em nenhum momento fui destratada ou diminuída pela minha eficiência, agradeço a todos pelo respeito, que continue assim, e aprendendo a lidar com próximo, faremos melhor nosso dia a dia.

Fernanda Carolina Honorio de Lima Silva - HNV DE ITAPEVI

A inclusão é muito importante ser implantada ,para o reconhecimento de cada portador de alguma necessidade especial, no mercado de trabalho e na sociedade, são tão capazes como uma pessoa normal, que não possui nenhum problema , muita das vezes até mais eficaz. E devem ser tratado de forma digna como qualquer pessoa, sem impor regalias , para poder sentir mais confiante dependente. Qual seja a situação todos podem alcançar seus limites e objetivos com precaução.

Fernanda Carolina Honorio de Lima Silva - HNV DE ITAPEVI

A inclusão é muito importante ser implantada ,para o reconhecimento de cada portador de alguma necessidade especial, no mercado de trabalho e na sociedade, são tão capazes como uma pessoa normal, que não possui nenhum problema , muita das vezes até mais eficaz.E tratarmos de forma digna como qualquer pessoa, sem impor regalias , para poder sentir mais confiante dependente, qual seja a situação todos podem alcançar seus limites e objetivos.Com precaução.