Pular para o conteúdo

Blog do Colaborador

De: Comunicação GNDI - 22 dez 2021

..

Ceia de Natal: é possível economizar mesmo com a alta da inflação

Saiba como economizar na hora de escolher e preparar a Ceia de Natal

Em um ano de alta expressiva no preço de produtos do supermercado - e fora dele também - a situação do brasileiro é de apertar os cintos e analisar, caso a caso, o melhor tipo de gasto. A Ceia de Natal é um desses desafios. Afinal, é possível economizar no banquete em um momento como esse?

Por se tratar de uma época especial, entre famílias e amigos existem aqueles que não querem economizar tanto. É justificável, afinal muita gente já faz isso o ano inteiro, né? Mas a gente acha que é possível gastar de uma forma saudável e vamos te contar como.

Nossa dica principal é planejar. Tendo em mente o número de convidados e uma ideia do que é melhor na questão custo-benefício, essa mensuração já ajuda na largada dos ingredientes e quantidade do que comprar.

Outra questão importante é a antecipação. Como todo mundo já sabe, deixar qualquer compra de fim de ano para a última hora pode ser uma grande armadilha. Afinal, os preços podem oscilar - para cima - e aquele peru ou tender, comprado a alguns dias antes da véspera de Natal, já pode estar com um preço mais caro ou as opções mais baratas já não estarem mais no estoque. Melhor evitar, né?

Falando em peru, a tradição do Natal costuma contar com itens e produtos que, normalmente, já encarecem nessa época do ano. Por isso, se quiser economizar mais, é possível trocar o tipo de carne e servir algo mais em conta, com receitas que o Panelinha, da especialista Rita Lobo, preparou especialmente para quem busca economizar. Entre as dicas, uma que ajuda muito é caprichar nos acompanhamentos - como farofas, maioneses e saladas - que não têm um preço alto e ajudam muito a compor o prato da Ceia.

Na sobremesa, uma boa dica é evitar comprar doces caros. O brasileiro, criativo por natureza, é especialista em doces que podem ser servidos com fartura e são muitos saborosos, como pudim, pavês e bolos com coberturas caprichadas.

Estar atentos às promoções também é essencial para buscar "aliados" em busca de economia. Os famosos cupons de supermercado, açougues e sacolões - ou até mesmo aquelas promoções de pague 3, leve 2 - podem ser fundamentais se você vai preparar comida para um batalhão. Dessa forma, a quantidade de itens que você comprar pode obter descontos.

No dia seguinte, é claro, é possível reaproveitar o que sobrou da Ceia para o almoço de Natal. Assim, além de evitar o desperdício, é possível poupar alguém de, no dia seguinte, ter de preparar almoço no dia natalino.

 

Você tem uma dica certa para quem quer economizar na Ceia? Conta pra gente!

Você também pode participar. Deixe seu comentário:

 

IZAIAS JUNIO DE ALCANTARA PEREIRA - HOSPITAL E MATERNIDADE DE GUARULHOS

Essas dicas ajudam bastante.

Solange - Notrelabs Angelica

Adorei as dicas!